Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Travian

O jogo Travian é um jogo de estratégia on-line, onde milhares de pessoas competem entre si.

O jogo Travian é um jogo de estratégia on-line, onde milhares de pessoas competem entre si.

Travian

29
Out07

Dicas e Estratégia Travian - 3ª Parte

Na terceira e última parte das "Dicas e Estratégia Travian", irei explicar como é que devemos atacar os inimigos e defender as nossas aldeias.

O ataque no início do jogo deve ser utilizado para roubar recursos. É importante não perder tropas e trazer alguns recursos, de modo a compensar o investimento que fizemos em unidades militares.

Um ataque pode ser realizado de dois modos diferentes: assalto e normal. O modo de assalto reduz o confronto entre as tropas e é o mais indicado quando o objectivo é apenas roubar recursos. Já o modo de ataque normal é o método escolhido quando o que se pretende é eliminar todas as tropas do adversário.

A meu ver, as melhores unidades para assaltos são:

- Equites Imperatoris (Romanos)
- Salteador (Teutões)
- Trovão Theutate (Gauleses)

As restantes unidades militares foram excluidas por serem defensivas, terem custos elevados, baixa velocidade ou fraca capacidade de carga. No entanto, é possível efectuar assaltos com Imperianos (Romanos) ou Espadachins (Gauleses) sem grandes problemas.

Para saber que aldeias assaltar/atacar podem seguir um dos seguintes métodos:

- Podem usar um ou vários espiões para espiar uma aldeia e saber quantas tropas é que o jogador tem. Depois devem usar o simulador de combates e saber com quantas unidades é que devem atacar, de modo a perder poucas tropas.
- Usar o Travian World Analyzer ou o Travian Tool  para descobrirem se os vossos adversários têm desenvolvido as aldeias ou se já desistiram do jogo. Se desistiram, é uma boa oportunidade para conseguir mais uns recursos extra facilmente.

No que toca à defesa das aldeias, existem dois motivos que vos podem levam a defender as aldeias. Um deles é o facto de não quererem que roubem os vossos recursos, e outro motivo, é quando o atacante utiliza catapultas para destruir campos ou edifícios.

Estas duas situações podem ser encaradas de maneira diferente. No meu caso, começo sempre por verificar se vêm ou não catapultas no ataque. Para tal, basta comparar os tempos que a vossa unidade mais lenta demora até à aldeia atacante, com o tempo que demora o ataque à vossa aldeia, ou verificar se o ataque é em modo de assalto (as catapultas apenas atacam em modo normal).

Se vierem catapultas, preparo uma defesa apenas com unidades defensivas e com o herói. Não vale a pena usar as tropas atacantes para defender uma aldeia, estas podem ser usadas mais tarde para atacar quem vos atacou.

Se verificarem que no ataque à vossa aldeia não são utilizadas catapultas, e apenas querem roubar recursos, podem optar por transferir todos os recursos para outra aldeia e enviar as tropas todas como reforço para um oásis da mesma aldeia. Conclusão, quem atacou não leva nada porque transferiram todos os recursos e ainda poupam várias tropas, que poderão ser úteis para outros ataques.

Exemplo de tropas como reforço num oásis no Travian
Exemplo de tropas como reforço num oásis

No caso de estarem a ser permanentemente atacados e não conseguirem acompanhar o Travian com alguma frequência, o meu conselho é que produzam tropas defensivas e as enviem de imediato para um oásis vosso. Estejam atentos à quantidade de tropas que o atacante normalmente envia e quando tiverem tropas suficientes para eliminar grande parte das tropas do adversário, enviem as tropas de volta para a aldeia atacada.

Com este post, termina uma série de posts realizados com o objectivo de ajudar quem começou a jogar Travian à pouco tempo e partilhar alguns métodos já usados por jogadores mais experientes.

Primeira parte em Dicas e Estratégia Travian - 1ª parte
Segunda parte em Dicas e Estratégia Travian - 2ª parte

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Travian 29.10.2007 19:01

    Olá Miguel,

    Podes escolher qualquer tropa para ser um herói. A função de um herói é conquistar oásis e dar um bónus atacante ou defensivo às tuas tropas.

    O herói é a única tropa capaz de conquistar oásis. Para tal, deves antes matar todas os animais no oásis (de preferência utilizando o herói em conjunto com as outras tropas) e depois enviar o herói. Deves ter em atenção a distância do oásis à tua aldeia, assim como o nível da mansão do herói nessa aldeia.

    Depois, na Mansão do Herói, podes atribuir os pontos que ganhas quando matas inimigos ao herói. Tens o Ataque, a Defesa, o Bónus de ataque, o Bónus de defesa e a Regeneração.
    - O Ataque e a Defesa correspondem ao ataque e defesa do teu herói.
    - Os Bónus, são os bónus que as tuas tropas recebem ora quando atacam ou defendem em conjunto com o herói.
    - A Regeneração, são os pontos de vida que o teu herói recebe por cada dia, até um máximo de 100%.

    Quando ainda se tem poucas tropas devemos aumentar o ataque, a defesa do herói e a regeneração em um ponto, depois disso, e quando já tivermos bastantes unidades militares, o melhor é gastar os pontos de experiência nos bónus.

    Para ganhares pontos de experiência com o teu herói tens de eliminar o máximo possível de tropas que conseguires. Se tiveres a infelicidade de perder o herói numa batalha podes o "recriar" em troca de muitos recursos.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Arquivo

    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2009
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2008
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2007
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.